Fomos premiados na 6ª edição da Bienal Iberoamericana de Design (BID) com o projeto de reformulação da abcDesign desenvolvido a partir de 2016. A premiação foi na categoria especial “Diseño y Publicaciones de Diseño” que tem como objetivo “valorizar e premiar propostas editoriais honestas que lutam pela cultura do design, promovem debates, apresentam tipografias, canalizam ferramentas e registram processos de design complexos” (BID, 2018).

Estamos muito felizes com o reconhecimento e resolvemos contar mais detalhadamente como foi este processo de reformulação.

Um pouco da história da abc

A Revista abcDesign teve sua primeira edição impressa em 2001. Foi idealizada na cidade de Curitiba, Brasil, pelo designer Ericson Straub com a proposta de ser um canal de informação para o meio do design que estava em pleno crescimento no Brasil. Desde então, ela ganhou espaço e reconhecimento, tanto no território nacional, quanto internacional. Em 2016, ganhou o iF Design Award, em 2012, foi “Veículo do Ano”, pelo Brasil Design Awards e em 2011 foi referenciada como uma das 100 principais publicações de design no mundo pelo crítico Steven Heller em seu livro “Bibliographic: 100 Classic Graphic Design Journals”.

abcDesign da edição 1 (2001) a 55 (2016)

abc_design_ganha_BID

Nesse início, o conteúdo da revista abordava temas que transitavam entre o resgate histórico e o dia a dia da atividade como criatividade, desenho e técnicas de representação.

  • Formato fixo.
  • Peridiocidade trimestral.
  • Média de 64 páginas.
  • Bilíngue a partir da edição 50 (2015).

O processo de mudança

Nesses 17 anos de história, a comunicação mudou muito, principalmente devido a internet, que ressignificou além do suporte, a forma de consumir informação. Essas transformações tornaram latente a necessidade – e também a vontade diante das novas possibilidades – de mudar. Também percebemos que o design, em especial nos últimos anos, ganhou mais espaço na sociedade e reverberação nos meios, isso nos fez refletir sobre as camadas de profundidade e interdependências do design no “aqui e agora”.

Essas questões foram sendo amadurecidas com o tempo e a partir da edição 56 (2016) apresentamos uma mudança estrutural significativa.

O que mudou?

  • Um novo projeto gráfico e editorial por ediçãoCada edição é concebida de forma única, com formato, diagramação e acabamentos gráficos específicos pensados para aquela edição específica.
  • ConteúdoRepensamos o conteúdo da revista, definimos uma linha editorial que dialoga com diversas vertentes e relações do design. Ampliamos a quantidade de páginas e convidados para escrever. Além disso, buscamos mesclar matérias ilustradas, fotográficas e infográficas, diversificando e qualificando a relação entre conteúdo e forma.
  • Experiência com materiais e acabamentos gráficosValorizamos a experiência tátil com acabamentos gráficos diferenciados e inusitados para uma revista.
  • Periodicidade semestralDevido a densidade do conteúdo e complexidade gráfica de cada edição, a periodicidade passou a ser semestral.

Essas mudanças estão presentes nas três últimas edições da abc:

Edições 56, 57 e 58

EDIÇÃO 56 – a 1ª edição após a mudança

Edição 56 (2016)

A 56 é uma edição especial de transição e comemoração dos 15 anos de Revista abcDesign. Nela, fizemos uma coletânea baseada na temática sinais e símbolos com os artigos mais icônicos publicados ao longo da nossa história: da simbologia do underground à tradição da heráldica, permeamos a história e extraímos simbologias pregnantes sob um novo olhar editorial e gráfico. Além disso, nossos colunistas trouxeram reflexões sobre a temática com base nas suas expertises e também levantamos um questionamento contemporâneo sobre pichação com um artigo inédito sobre o tema.

  • 112 páginas.
  • Tamanho: 23cm X 30cm.
  • Capa: papel rígido cru com aplicação de hotstamping em cores variadas.
  • Lombada costurada a mostra.
  • Miolo: papéis couchê, offset e vegetal.

Essa edição marcou os nossos 15 anos e ganhou um vídeo conceito especial:

EDIÇÃO 57 – a edição do abcLAB

Edição 57 (2017)

A edição 57 foi pensada no abcLAB e traz a inspiração do propósito. Nela, levantamos questões que têm um porquê, aquele motivo para encarar qualquer desafio e colocar ideias em prática. O conteúdo traz questões como um case de solução modular para refugiados desenvolvido pela IKEA, um artigo científico sobre Art Déco Sertanejo, entrevista com um coletivo cubano que resgata a cultura tecelã tradicional na ilha e o trabalho contemporâneo desenvolvido em Pernambuco pela fotógrafa Bárbara Wagner.

  • 112 páginas.
  • Tamanho: 23cm x 25cm.
  • Capa: papel cartão com relevo, hotstamping prata e cor especial Pantone.
  • Miolo: papel pólen e 2 cadernos internos em cores especiais Pantone.

SOBRE O abcLAB

O abcLAB é um projeto experimental de pesquisa e prática editorial dentro da Revista abcDesign. Foram realizadas duas edições do lab:

– 1ª edição: ocorrida em 2016, esta primeira edição se desenrolou em um mês de imersão na abcDesign com estudantes de áreas complementares e palestras/atividades exclusivas com profissionais relacionados ao universo criativo. Ao longo dos encontros, discutimos (alunos, equipe da revista e profissionais) o momento editorial, refletimos sobre as mudanças de hábitos de leitura e também a abrangência do design nas relações contemporâneas. O resultado foi a edição 57 da revista. Conheça aqui as fases detalhadas, os convidados e participantes deste primeiro abcLAB.

– 2ª edição: realizamos uma atividade no NDesign (2017) – principal evento estudantil de design do Brasil – que consistiu na criação de uma revista colaborativa, feita por mais de 60 alunos de todo o Brasil em três dias. Clique aqui para ver o resultado.

EDIÇÃO 58 – uma viagem no tempo

Edição 58 (2018)

Desenvolvemos a abc58 em três volumes que se conectam através de temáticas-chaves articuladas em três linhas temporais: passado, presente e futuro. A ideia é que o leitor crie a melhor forma de ler a edição, conectando temática e temporalidade.

  • 338 páginas de conteúdo.
  • Tamanho: 3 volumes de 18cm x 12,5cm + Poster de 64cm x 44cm.
  • Poster: pólen com cor especial Pantone.
  • Capas:
    vol.1 – fedrigoni sirio ultra black 370g, hotstamping dourado e relevo seco.
    vol.2 – fedrigoni tintoretto gesso branco 300g, cor especial Pantone e relevo seco.
    vol.3 – fedrigoni sirio pearl 300g, hotstamping prata e relevo seco miolo: pólen bold.

Participaram deste processo de reformulação da abcDesign:

Ericson Straub (fundador e editor-chefe); Gabriela Giannini (jornalista responsável e editora); Beatriz Lago, Pedro Savio, Anna Martins, Thaciana Oliveira, Amanda Camargo (designers).

Avaliação da Bienal Iberoamericana de Design

Na categoria em que a abcDesign foi premiada, “Diseño y Publicaciones de Diseño”, foram avaliados 5 tópicos:

1 – A estrutura editorial (seções fixas ágeis, opiniões, protótipo de entrevista, capacidade narrativa, grau de elaboração da informação etc.).

2 – A qualidade de marca (logo, tipografia do logo, valor semântico etc.).

3 – A diagramação das páginas (elementos gráficos, capacidade de surpresa, jogo tipográfico, uso da cor etc.).

4 – A imagem gráfica (fotografia, esquemas ou infografias, utilização de ilustração etc.).

5 – Os produtos/comunidades gerados (web, coleção de livros, eventos ou prêmios, jornadas de design etc.).

O corpo de jurados dessa 6ª edição foi composto por: Rosa Ferré (Espanha), Almudena Huidobro Pérez-Villamil (Espanha), Nuno Gusmão (Portugal), Esen Karol (Turquia), Alex Lobos (Guatemala, residente em Nova York), Carlos Arturo Torres (Colômbia, residente em Chicago), Yanina Huguette Herrera Olavid (México), Diego Vainesman (Argentina, residente em Nova York) e Soledat Berbegal Roque (Espanha).

Compartilhe: