Artigos

Bauhaus. A pedagogia da ação

Antônio M. Fontoura - A “Staatliche Bauhaus” foi fundada por Walter GROPIUS em 1919, na Alemanha. Foi um acontecimento cultural importante e determinante durante a República de Weimar. Como centro de produção cultural e intelectual, enfrentou durante sua existência, sérios problemas políticos e ideológicos. Passou por Dessau e encerrou suas ativi-dades em Berlim. A Bauhaus não pode nem deve ser entendida como “idéia de um só homem”.

Linguagem se alimenta de linguagem

Chico Homem de Melo - Se o curso é de Português, temos que ensinar Português, e não Grego, certo? Errado. Ou, para dizer o mínimo, um começo pouco promissor. Um estudante de Letras que só estudar Português terá uma compreensão da língua muito mais pobre do que se ele também tiver contato com Grego, Latim, Espanhol, Inglês... (E, se sobrar um tempinho, uma pitada de línguas asiáticas não lhe fará mal algum).

Brasil em cartaz

A Exposição em Chaumont, a conhecida "cidade dos cartazes", encerra o ano do Brasil na França e mostra as artes gráficas brasileiras em um lugar privilegiado. No ano de 1906, Gustavo Dutailly, deputado de Haute Marne - unidade francesa equivalente a um estado brasileiro -, doou à Biblioteca Municipal da cidade de Chaumont cerca de 10 mil documentos entre livros, jornais e gravuras, além de uma invejável coleção de cinco mil cartazes litográficos, muitos deles ilustrados por mestres como Toulouse-Lautrec, Grasset, Chéret e Bonnard.