Brooklyn Bridge

Essa ilustradora de Londres está ganhando a atenção da mídia especializada pelas suas representações distorcidas – ora bem coloridas, ora apenas em preto e branco – de alguns pontos turísticos de Nova York e Londres. Multi premiada e considerada por revistas como Design Week e Computer Arts uma das “50 mais interessantes ilustradoras do momento”, Lizzie Mary Cullen realmente traz algo de “fresco” para ilustração.

Ela se inspira muito num conceito até então obscuro para nós – e bastante complexo – chamado psicogeografia. A definição dada pelo site dedicado ao tema é: “O estudo de leis e efeitos específicos do ambiente geográfico – consciente, organizado ou não – que afetam as emoções e os comportamentos dos indivíduos”.

No Wikipedia está “uma grande caixa de estratégias inventivas para explorar as cidades. Basicamente qualquer coisa que tire os pedestres dos caminhos previsíveis e os desperte para uma nova percepção da paisagem urbana”.

Como isso acontece na prática, não sabemos ao certo (se alguém souber, nos avisa!), mas parece que inspirou Lizzie a criar paisagens instigantes, intrincadas e que mostram o mundo com um olhar bem próprio.

Times Square

 

Picadilly

Trabalho em mural para restaurante Zizzi