Notícia não tão nova, mas ainda sim bem interessante, vista no site Gizmag.

Cientistas da Universidade de Yale, nos EUA, desenvolveram um material que une a força e a durabilidade do aço com a maleabilidade do plástico. Dizem ainda que o material pode ser moldado em formas complexas de maneira simples e barata por conta da liga criada com metais amorfos (como zircônio, titânio, níquel e cobre).

Como a liga não possui uma estrutura cristalina, como os metais comuns, os átomos ficam dispostos aleatoriamente e ela possui uma baixa taxa crítica de resfriamento, podendo ser moldada a sopro, como o plástico.

O líder do time em Yale, o cientista Jan Schroers, disse ao site que eles conseguiram inclusive moldar objetos tão pequenos como implantes biomédicos.

Ele chega a ser duas vezes mais forte que o aço, pode ser moldado rapidamente (minutos) e é ainda por cima barato, pois sua produção é fácil.

Parece um material realmente revolucionário, mas será que vai chegar logo às indústrias e ao mercado? Além disso, falta saber, será que é sustentável?