A Re-Ply Chair é mais uma daquelas invenções de papelão, com um adendo: ser reclinável. A justificativa para o uso do material é o fato do papel ser relativamente forte quando tensionado e, é claro, a pegada ecológica, que se justifica no seguinte argumento dado pelo designer mentor do projeto, Dan Goldstein.

“A maioria das caixas são quebradas e recicladas. A The Re-Ply reutiliza o papelão, resgatando-o  do ciclo da reciclagem e transformando-o em algo mais durável e permanente. E utiliza um processo de manufatura de patente pendente, então você provavelmente não viu nada como isso antes”, justifica o autor no site KickStarter, onde ele tenta arrecadar os fundos necessários para dar o ponta pé inicial no projeto.

Dan, que também é mestre em Arquitetura, já utiliza as cadeiras em seu escritório por seis anos e afirma que a sua invenção já recebeu pesos variados e diferentes formas de uso. Por isso, agora ele tenta levar a ideia adiante, por acreditar em uma mudança que pode partir na forma de fazer móveis mais amigáveis ao meio ambiente. E isso começa por meio de objetos mais leves e com a menor utilização de matérias prima.

Bom, a justificativa dele não para por aqui. Ele também dá explicações sobre os pregos utilizados, a forma como foi construída, o aço e por aí vai. Então, para saber mais, clique aqui.

 

 

 

 

 

 

Compartilhe: