Direitos reservados ao Abduzeedo

 

Muitos sabem quem é Fábio Sasso. Ele é o mentor do projeto Abduzeedo, um site sobre design que tem por objetivo ser fonte de inspiração diária para aqueles que buscam ser mais criativos. Além disso, Fábio faz parte da equipe de designers seniores da gigante Google.

Como já publicamos aqui no site, ele e sua equipe de “abduzeedos” lançaram, em português, a versão imprensa do site, o livro “Abduzeedo, guia de inspiração para designers”. Para saber um pouco mais sobre esse capítulo da vida profissional de Sasso, a equipe da abcDesign conversou com ele. Em entrevista, o designer falou sobre a publicação – e o que esperar dela – e sua carreira. Além disso, dividiu algumas experiências que o fizeram amadurecer como profissional. Dá uma olhada.

abcDesign: O livro traz já em seu título qual é a ideia central da publicação; ser um guia de inspiração para designers. Quando surgiu a necessidade de fazer algo, como você diz, “que gostaria de ter encontrado nos anos 90, quando estava começando minha carreira de designer gráfico”?

Fábio Sasso: O livro é uma referência sobre diferentes estilos, reunindo entrevistas com profissionais que são especialistas em cada área. Além disso, tivemos a chance de promover grandes designers e artistas digitais em cada capítulo. Para finalizar o livro, têm tutoriais mostrando como aplicar cada estilo. Hoje em dia, com a internet, é muito mais fácil o acesso à informação e, por isso, afirmo que esse livro era um livro que gostaria de ter nos anos 90. Naquela época era muito mais difícil encontrar informação, promover trabalhos e, principalmente, conhecer o trabalho de outras pessoas.

 

 abc: Baseado no seu carro-chefe, o site e o blog, como foi feita a escolha do material e dos trabalhos para compor o livro, bem como os assuntos e tópicos a serem tratados nele? O livro aborda uma área específica ou abrange o design como um todo? 

O livro segue a mesma ideia do blog, com diferentes estilos para cada capítulo. Assim como o blog, ele foi um trabalho coletivo. Todos os escritores do blog ajudaram e também recebemos trabalhos de designers de todas as partes do mundo. Outro ponto legal, também, é que tivemos a chance de conhecer melhor sobre como os designers que entrevistamos trabalham.

 

 abc: O livro foi pensado para os iniciantes no mundo do design ou para o designer profissional?

Em termos de abrangência, ele é focado em design gráfico e arte digital. Porém, acredito que seja útil para qualquer designer que busca referências visuais e quer conhecer um pouco sobre a maneira de trabalhar de designers como James White, Chuck Anderson, entre outros.

abc: Sabemos que o livro não é só de autoria sua. Toda a equipe do site e alguns leitores assíduos do blog também colaboraram. Como aconteceu essa participação?

Tivemos a colaboração da equipe do Abduzeedo e dos designers e artistas digitais que convidamos para participar. Foi uma experiência muito legal, porém bem trabalhosa, pois tínhamos que sincronizar o processo para cumprirmos o prazo. Usamos um gerenciador de projeto para acompanharmos o desenvolvimento – o que foi muito útil, pois todo mundo trabalhou remotamente.

 abc: O site Abduzeedo é escrito todo em inglês. Já existe uma versão em inglês do livro? Há previsão dos países em que será publicado?

O livro foi lançado ano passado em inglês e distribuído mundialmente. Recebemos fotos de leitores de diversos países ou que viram o livro em livrarias na Austrália, países da Europa e EUA. O livro também está disponível na Amazon, Barnes & Noble e outras grandes livrarias online.

 abc: Falando um pouco sobre sua carreira. Quais são os recursos que você utiliza para inspiração? O conteúdo do site Abduzeedo é uma fonte de inspiração própria?

A ideia por trás do Abduzeedo sempre foi compartilhar conteúdos que nos inspiram. Não temos critério, a ideia é: se nos inspira pode inspirar mais pessoas. O blog foi criado para ser um backup dos meus trabalhos e também de inspiração, pois eu havia perdido todos meus trabalhos com o roubo do meu laptop com meus discos de backup em 2006.

abc: Trabalhando para Google, como você administra o site e, agora, a produção de um livro. Há tempo hábil para tudo? De que forma você se enxerga como profissional hoje?

Um dos grandes objetivos de 2011 era conseguir conciliar o blog com a minha mudança de país e, novamente, trabalhando em tempo integral. O blog hoje funciona sem necessidade que eu esteja presente. Temos um editor no Canadá e os escritores no Brasil, e nos EUA que tocam o site.

Em termos de como eu me enxergo como profissional, posso dizer que tenho muito o que aprender, especialmente trabalhando no Google aqui na Califórnia. Além disso, design se tornou peça fundamental em qualquer produto e é o grande diferencial hoje em dia. Por isso, é necessário estar sempre se atualizando e experimentando.

 abc: Em 2009, o blog helenoalmeida.com citou no 7° lugar o site Abduzeedo e o seu nome na lista dos 10 mais influentes designers da atualidade. Naquela época, o site completava três anos. Como você enxerga o crescimento e as mudanças da sua carreira e do próprio site?

O Abduzeedo foi criado após o pior momento da minha carreira profissional. Eu havia perdido todos meus trabalhos, arquivos e praticamente 10 anos de vida digital. Além disso, nossa empresa sofreu muito com o roubo.

Entretanto, tudo que aconteceu nos ajudou a entender que é importante compartilhar conhecimento e tentar se posicionar de maneira mais visível no mercado. Tudo que começamos a compartilhar era o que fazíamos no cenário local em Porto Alegre, porém a divulgação começou a ser global, pois o blog sempre foi em inglês. Esse foi o grande diferencial, em minha opinião.

Hoje em dia, após quase seis anos, nós aprendemos muito, desde como configurar servidor para segurar picos de visitas até como escrever um livro. Nunca planejamos nada e usamos o blog como um projeto pessoal, apesar do crescimento. O importante sempre foi gostar do que se faz e se divertir.

abc: Tanto o site quanto o livro colocam a inspiração como ator central de ambos os projetos. Quem ler o livro vai encontrar algo diferente, ou a mais, do que aquilo que ele encontra no site?

Quem ler o livro vai ter uma versão offline do Abduzeedo. Foi um sonho realizado para todos nós do blog, especialmente quando vimos o livro à venda na Amazon e pessoas tuitando que encontraram o livro em diversos países. Foi algo que nunca imaginamos e nos deixou muito feliz. Em termos de diferencial, podemos dizer que o maior está na qualidade das imagens, todas em alta resolução, o que permite vermos os detalhes dos trabalhos. Na web ainda não temos o mesmo tipo de qualidade. Mas com certeza não vai ser por muito tempo.

Compartilhe: