por Daniel Campos
—————————————————————————————————————————-

Aloha!

Há cinco meses atrás, entrevistamos o typedesigner alemão Hannes von Döhren por sua família Supria Sans. O tempo passou e, há 2 semanas, Hannes lançou uma nova família: Pluto. E, como sempre, arrebatou os postos mais altos do MyFonts: Best Sellers, Hot News Fonts e, sem dúvida nenhuma, o próximo Rising Stars.

Com um visual divertido e informal, Pluto é uma sans-serif humanísta de 16 fontes, cada uma delas com 496 glifos, incluindo alguns caracteres alternativos e muitas opções OpenType que vocês verão abaixo. A fonte é lindíssima, bem desenhada e está com um preço simplesmente inacreditável. Como o Hannes já é nosso amigo, pedi outra pocket entrevista e ele prontamente aceitou. Então prepare-se para uma belíssima tipografia a preço de banana. #daFontNao

Daniel Campos – A Pluto é uma nova abordagem do estilo sans-serif? Por quê?

Hannes von Dohren – Ela é uma tipografia sans serif com um toque de script. Isso entrega um visual amigável e informal a toda família. Mas a arquitetura reta e vertical da Pluto também a faz perfeita para textos longos.

Quais foram suas inspirações para o design?
Eu amo tipografia com um toque de suavidade e calorosa, mas todas as que conheço desse estilo não são úteis para textos longos. Então decidi criar uma família que fosse lúdica e divertida mas adequada para textos.

Pluto é uma grande família, mas não possui itálicos. Por quê?
Eu ainda não tenho certeza se vou adicionar algumas versões itálicas. Meu primeiro pensamento (quando desenhei Pluto) era que ela já era divertida por si só. Ela não precisa da companhia “mais divertida” das itálicas. Mas acredito que por razões de utilidade – e porque muitas pessoas já pediram pelas itálicas – talvez eu faça algo. 🙂

Você desenhou a Pluto para quais tipos de uso?
Eu a vejo ideal para uso em varejo, indústria de cosméticos, alimentícia, publicidade e em aplicações que demandem um visual cordial e hospitaleiro. Também para designers, portfólios e websites.

Pluto tem um visual informal inegavelmente. Mas seus glifos maiúsculos se mostram mais “conservadores”, o que abre o leque de uso. Entretanto, os caracteres C, K e R entregam o mesmo sentimento de informalidade das letras minúsculas. Por que você não fez versões “mais conservadoras” destas três letras como caracteres alternativos, do mesmo jeito que faz com as letras ‘a’, ‘g’ e ‘y’?
Eu desenhei as maiúsculas para funcionarem somente em caixa-alta também, por isso elas deveriam ser “mais retas” do que as minúsculas, mas acredito que o poder de reconhecimento da tipografia deveria estar sempre presente. Então eu tentei encontrar o ponto de equilibrio onde a tipografia funcionaria somente caixa-alta mas também tivesse “ondulações” suficiente para ser uma mesma família como as letras minúsculas. Se reparar na versão maiúscula do ‘S’ perceberá que ela tem uma cabeça levemente maior – também uma decisão de colocar o glifo não muito longe das minúsculas.

Você lançou Supria Sans, Basic Gothic e Pluto em oito meses. O que você está planejando para o restante do ano? Novos lançamento? Algo “não sans-serif”?
Sim, eu tenho alguns projetos nos quais estou trabalhando agora mesmo. Até este momento estou trabalhando numa slab-serif com Livius Dietzel. Com ele já desenhei ITC Chino, Livory e Basic Gothic. Acredito que essa tipografia será lançada nos próximos dois ou três meses.

Por que comprar a Pluto?
Porque é uma tipografia muito bacana 🙂
(E a familia completa com 16 fontes está sendo vendida nesse momento por $49 ao invés de seu preço normal, que é $299.)

Agradecimento especial ao Henrique Nardi que me ajudou na tradução.

TIPO: Pluto
FOUNDRY: HVD
PESOS: thin, extra light, light, regular, medium, bold, heavy, black, condensed thin, condensed extra light, condensed light, condensed regular, condensed medium, condensed bold, condensed heavye condensed black
SPECIMEN: Download PDF
PREÇO: US$40,00 / peso
PROMOÇÃO: Família completa de $299 por 49! Só até dia 1/ago/11

Compartilhe: