dsc00386

Os americanos de Nova Iorque adoram a palavra “business”. A cidade não pára. São milhares de visitantes de toda parte do mundo gerando negócios o tempo todo. Nas ruas de Manhattan é possível ouvir mandarim, russo, japonês, francês, italiano, espanhol e muito português. Há muitos brasileiros em Nova Iorque, o que mostra, um pouquinho, que nossa moeda está valorizada perante o dólar e permite-nos gastar nosso precioso dinheiro nessa cidade.

Tivemos duas experiências relacionadas a esse assunto. Estivemos em uma loja para comprar um produto e meu sócio ficava fazendo pergunta para o vendedor sobre o produto e ele de maneira educada e enfática disse “let do business. Em outra loja a mesma coisa: “você vai ficar perguntando ou vai comprar, preciso vender”. Aqui o pessoal não perde tempo. Trabalham muito, almoçam rápido, conversam pouco sobre outros assuntos não relacionados ao trabalho e go ahead!

Diante dessa realidade agitada e tanta exigência, podemos confirmar, os americanos fazem tudo com muita perfeição. O Museu de História Natural é inacreditável. Os detalhes dão um toque de design fabuloso. Falando de design, a loja da Apple é surpreendente. O interior da loja (no subsolo) é muito simples, com bancadas onde são expostos os computadores, iphones e ipods que geram uma experiência para cada pessoa que tem contato com o produto, porém a idéia de colocar um cubo de vidro na 5th avenida é surpreendente. O objetivo da loja é gerar experiência única e muito negócio. Aqui o design faz parte do mundo dos negócios. As lojas investem num design diferenciado, as farmácias investem em design, o setor de serviço utiliza o design. Nosso desafio é trabalhar muito para tornar o nosso design algo presente ainda mais nas indústrias, comércio e serviços.

Wilgor Caravanti – falando direto da Apple Store – NYC

Compartilhe: