Estamos entrando no movimento contra a matéria da Globo News, que apresenta uma agência que vende logo como commodity, como bem observou o Morandini. Uma matéria que parece mais propaganda, desmerece a profissão (pergunta se algum jornalista da Globo News concorda que qualquer faz o que ele faz) e, pior, é mais uma iniciativa de alcance nacional que desvaloriza o papel do design e do branding na construção de marcas fortes.

porraglobonews

Isso sem contar a responsabilidade de quem está projetando uma marca, de ter certeza que não existe nada parecido no INPI e levar em conta os demais tramites legais em relação a isso. Depois o cliente corre o risco de perder a marca e vai reclamar para quem? Tem responsabilidades que nem sempre são levadas em conta…

mas isso dá pano pra manga. Quais as opiniões de vocês sobre isso?

Compartilhe: