Little Shining Man é uma criação do casal de designers Heather e Ivan Morison e à primeira vista é apenas uma estrutura geométrica bonita, mas nada de mais. Até você ver esta estrutura voando como uma pipa.

A peça foi baseada nas pipas tetra de Alexander Graham Bell multiplicadas em cubos colidindo que, por sua vez, têm a forma inspirada nas formações cúbicas de uma pedra chamada pirita. Uma asa dupla modular foi duplicada e montada numa forma estrutura celular bem firme, que faz a peça parecer pesada.

No entanto, os materiais leves (fibra de carbono e um material chamado Cuben fiber, que é um tecido feito à mão usado em iates de corrida) a simetria do módulo e como ele foi composto permite que ele voe livre e constante. São mais de 2300 componentes individuais!

O resultado é uma pipa com aspecto etéreo e aparentemente divertido de pilotar. Quem aí costumava brincar disso quando criança (alô crianças dos anos 70 e 80) não imaginava quanto dá para ser criativo com os materiais hoje em dia.

E se você não está acreditando que ela voa, é só ver o vídeo abaixo.

Little Shining Man from Heather and Ivan Morison on Vimeo.

Créditos

Detalhamento de design e fabricação:
Queen + Crawford
Consultoria técnica:
Sash Reading
Vídeo:
JimandTonic
Fotografia
Matt Porteous

Compartilhe: