Michael Wolf vive há 22 anos em Hong Kong.

Becos, ruas e transportes públicos são o seu habitat natural.

 

“Em abril de 2003, eu estava andando através de uma propriedade grande da carcaça no lado de Kowloon quando eu tropecei através de um restaurante chinês pequeno, Eu olhei para cima e vi quatro patos rosados, arrancados amarrados em ganchos de metal. Era uma cena perfeitamente normal para um local, mas era muito estranho para alguém que ainda era estrangeiro.” Michael Wolf,  para o The Guardian

cover

 

Compartilhe: