Geometria em preto e branco resumem as instalações da italiana Esther Stocker. Paris, Roma, Zurique e Londres foram algumas das cidades europeias que receberam o trabalho abstrato da artista nos últimos anos.

Alicerçado em muita ilusão de ótica, ela consegue “quebrar as bordas de um labirinto virtual. O vazio entre as linhas pela metade é quase tangível. A similaridade das suas telas provoca a concepção popular da geometria espacial. Via modulações sutis ela afeta uma dissolução inteligente de molde, forma e precisão estrutural”, reconhece o site wallpaper.com.

Mais do trabalho dela podem ser encontrados no site dela www.estherstocker.net/

Compartilhe: