Nascido na Nova Zelândia, mas com residência fixada em Melbourne, na Austrália, o artista Jeremy Geddes ganhou um espaço para fazer sua apresentação solo em terras norte-americanas, a partir desse último dia 20 de outubro. A exibição fica em cartaz até o dia 17 do próximo mês, na galeria Jonathan LeVine, sob o título exhale.

A mostra é baseada em 17 pinturas cheia de detalhes, que foram produzidas por meio de um processo árduo combinando observação, pinceladas finas e delicadas camadas de esmaltes, informou a organização da mostra por meio do site da galeria: jonathanlevinegallery.com.

“Muitos dos trabalhos na exibição retratam figuras suspensas em paisagens urbanas desoladas, ou ambientes fraturados que são parte do processo de despedaçar-se. Esses trabalhos complexos são contrastados com uma série de cinco pinturas intituladas Misérere, cada uma apresenta um objeto isolado em um sólido plano preto – alternando pássaros e um falho Módulo de Comando de Serviço Apolo”, acrescentou a equipe.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe: