Entre as mais de 6.000 obras de Colani está o modelo do ônibus espacial desenvolvido para a NASA nos anos 60, o Polymorph. O projeto fez parte de uma parceria com a Northrop, com objetivo de aliar a funcionalidade à inspiração meramente estética. Quem diz isso é o especialista em design e mestrando em Arquitetura e Urbanismo pela USJT no ano de 2011, Carlos Eduardo Dias Ribeiro.

Na dissertação de Ribeiro, O Biodesign de Luigi Colani: edições especiais da revista car styling, ele afirma que “o Polymorph buscava maximizar a eficiência da reentrada na atmosfera, usando a forma de asa delta de uma secção de cone. Assim como os ônibus espaciais que hoje começam a ser aposentados, a espaçonave decolaria na vertical e pousaria na horizontal só que, ao contrário do modelo atual, na face que nos parece as costas.  O nome Polymorph simboliza a engenhosidade da mudança de forma de certos insetos”.

Ainda, de acordo com o designer brasileiro, as obras de Colani tem um tom quase poético pela maneira como ele persegue a sua filosofia. “Estou perseguindo a filosofia de Galileo Galilei: o meu mundo também é redondo”, explicou Colani em seu próprio site.

Luigi Colani é reconhecido hoje como designer, artista, filosofo e arquiteto, além de ser considerado o fundador do design orgânico. Colani estará em setembro no Brasil a convite da abcDesign, no evento ABC | X 2012. Para saber mais sobre o evento, clique no banner abaixo.

Compartilhe: