Começa no dia 17 de março, em Roma, a exibição solo do artista – pode-se dizer interventor urbano – Mark Jenkins, uma continuação do projeto the “Living Layers”.  A exibição dá sequência ao primeiro trabalho solo do artista na Alemanha, em Janeiro, e mostrará as habilidades de Jenkins em provocar algum tipo de reação nos transeuntes locais, ao se depararem com uma mulher pronta para pular de um prédio, uma pessoa dentro de uma caçamba de lixo, ou o homem sem cabeça encostado no muro.

A prévia do que esta por vir na exibição já pode ser vista através das intervenções espalhadas ao longo da cidade italiana.

O artista norte-americano, em entrevista ao site “Arrested motion”, diz que em sua primeira instalação no Rio, onde colocou uma escultura dele dentro de uma caçamba, foi quando descobriu que a rua era o melhor ambiente para o trabalho dele.  “Olhando do telhado, vendo pessoas passarem do lado, a instalação ganhou vida. Eu percebi que esse era o ambiente perfeito para o meu trabalho. Além disso, quando o caminhão de lixo veio mais tarde, naquela noite, e “me” levou embora, essa última cena foi como um renascimento”, contou Jenkins.

Para conferir mais intervenções dele é só entrar http://www.xmarkjenkinsx.com

Via http://arrestedmotion.com

 

 

Compartilhe:
  • 1
    Share