A Bienal 2010 aposta no acesso democrático: a programação inclui espaços variados em Curitiba, como a Rua XV de Novembro, o Museu Oscar Niemeyer, as estações tubo dos ônibus ligeirinho e as instalações da Fiep. Foto: Instituto Municipal de Turismo de Curitiba.

A Bienal 2010 aposta no acesso democrático: a programação inclui espaços variados em Curitiba, como a Rua XV de Novembro, o Museu Oscar Niemeyer, as estações tubo dos ônibus ligeirinho e as instalações da Fiep. Foto: Instituto Municipal de Turismo de Curitiba.

 

A Bienal Brasileira de Design de 2010 está sendo ansiosamente aguardada, principalmente, pelos curitibanos.

Uma boa notícia é que a Bienal recebeu a chancela do Ministério da Cultura que permitirá aos patrocinadores deduzirem de seus impostos de renda 100% do montante investido.

Duas empresas já entraram como patrocinadores, Fiat Automóveis e Banco Santander. Essas, entre outras empresas, vão ter o benefício de ter suas marcas expostas em um evento que espera um público de 500 mil pessoas e um retorno de mídia na faixa dos R$ 4 milhões (esse foi o valor alcançado na Bienal de 2008, em Brasília)

Se você como escritório não tem possibiliade de fazer tal investimento, incentive os seus clientes a tornarem essa Bienal ainda mais forte!

Com curadoria geral de Adélia Borges, o evento é uma promoção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e do Movimento Brasil Competitivo (MBC). A realização está sob responsabilidade do Centro de Design Paraná e da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). Para saber mais: www.bienalbrasileiradedesign.com.br.

Compartilhe: