mma-cover

A abcDesign teve uma grata surpresa algumas semanas atrás. Recebemos uma carta! Sim daquelas com selo e dentro de um envelope. Quem recebe dessas hoje em dia, não é? Do correio as únicas cartas que recebemos são as benditas malas-diretas.

Quem nos mandou foi o José Nogueira. Ele manda para muitas pessoas esses envelopes personalizados, e adoramos fazer parte do seu mailing! Mas não encontramos o e-mail do José Nogueira para agradecer… vamos ter que mandar uma carta mesmo.

E como bons curiosos, fomos pesquisar sobre essa “misteriosa” forma de interação, e claro, descobrimos que não é nenhuma novidade. Segundo nosso amigo, o Wikipedia, quem começou com esse tipo de coisa foi o artista americano Ray Johnson , no final dos anos 50. Ele mandava além de cartas, objetos, e até instruções para diversas pessoas, criando um verdadeiro networking para troca de ideias, que se manteve, basicamente o princípio desse tipo correspondência.

envelope_01envelope_021

O site alemão, Mail-Art.de cita os cinco critérios dessa arte: o desejo de mandar pelo correio coisas bonitas “Se você pode mandar, você pode torná-lo uma mail-art”; criar comunicação “redefinindo a forma de se mandar mensagens”, montar projetos e shows, fazer parte de uma cultura global “dividindo cultura, estilos de vida e interesses de uma forma pacífica e criativa” e celebrar o bom humor.

Não faltam na net comunidades de trocas desse tipo, por exemplo, o http://digitalmailart.blogspot.com/, ou as comunidades no flickr, http://www.flickr.com/groups/fluxusbucksetc/pool/ e http://www.flickr.com/groups/mailart/ para citar apenas algumas.

Hoje, o mais conhecido é o PostSecret que reúne os segredos de pessoas do mundo todo, enviados em postais postais personalizados. Já foram tantos, que Frank Warren, criador do projeto, os colocou em cinco livros.

Outra comunidade colaborativa de postais é a Mail Mail Art, um projeto inglês dirigido por Darren Li Lieto, fundador e co-editor do portal Little Chimp Society. Ele convida artistas e designers de todas as idades e estilos, amadores ou profissionais, a enviarem seus trabalhos em formato de postal.

Agora, Li Lieto está convocando novamente participantes para a segunda edição do projeto, para ver se novamente consegue participações suficientes para mais um livro e outra exposição em Londres.

Os requisitos são simples:

Não existe limitação de tamanho, formato ou material (embora a maioria mande envelopes padrão)

  • Coloque seu nome e endereço bem claros no envelope.
  • Escreva “empty” ou “open me” dependendo se tiver alguma coisa dentro.
  • Nada de imagens e frases obscenas. Se estiver na dúvida, é porque provavelmente é!
  • É a parte de fora – o envelope, a caixa, postal – que é a arte, não coloque dentro isso dentro de um outro envelope.
  • Só mande uma peça por mês. Se mandar mais, somente a primeira vai ser considerada para a favorita do mês.
  • Se você estiver mandando trabalhos de fora da Europa ou do Reino Unido, tenha certeza que a Declaração de Entrada de Bens Estrangeiros (Customs Declaration) mostra o valor de 0$, já que eles não podem pagar os impostos que são cobrados em itens entrando na Inglaterra.

Endereço:

Mail Me Art
37 Thames Court
Victoria Avenue
West Molesey
Surrey KT8 1TP
United Kingdom

email de contato darren at mailmeart.com

Mais fotos abaixo e no Flickr do Darren

200181160144133124119

623554

Compartilhe: