imagem-maior_peq

Quantas boas ideias brasileiras morrem na gaveta porque não se tem dinheiro para fabricar, nem alguém para distribuir? Pois é essa lacuna que a empresa Brazilian Designers está querendo preencher.

A proposta é simples: eles recebem ideias e projetos de produtos de todo o Brasil, que passam por uma curadoria interna que vão avaliar critérios como originalidade, inovação, custos, comercialização, etc. Aqueles como melhor potencial de mercado farão parte do catálogo da empresa, indo para linha de produção. O designer responsável ganha royalties e sua assinatura no produto.

Quem está por trás disso são as empresas Meninos (você deve conhecê-los da edição 30 da abcDesign, e dos produtos muito bacanas que eles fazem) e Urban Importadora (única responsável por importar produtos de marcas como Fred, Leitmov, Kikkerland, etc…). Ambas as empresas seguem suas atividades normalmente, mas agora também trabalham com a marca Br.D (Brazilian Designers).

Segundo Bruno Warchasvki, a procura por design brasileiro é grande e não existe nenhum catálogo brasileiro nas feiras de gift com produtos na linha das marcas importadas pela Urban. “O design brasileiro é muito criativo, e os produtos que selecionamos e fizemos uma prévia para distribuidoras internacionais já lhes interessaram”, ou seja, um belo mercado em potencial!

O objetivo é vender fora, eles já tem espaço garantido nas feiras de Frankfurt e Hong Kong (país onde será a produção da Br.D), mas a vontade também é de vender no Brasil. Serão dois catálogos por ano.

Os produtos procurados são acessórios para a casa criativos, divertidos (você pode ver aqui o que eles procuram aqui: http://www.braziliandesigners.com/#MERCADO%20INTERNACIONAL). Nada com tecnologia muito avançada nem de proporções homéricas. Para enviar seu trabalho não tem segredo, basta mandar no melhor formato que você tiver. O negócio é convencer que sua ideia é bacana e vendável.

logo-1

Eles já tem recebido muita coisa boa, mas Bruno diz que espera ainda receber muitos outros projetos. “O design brasileiro é muito criativo, e eu sei que tem muitas ideias boas que só não saíram do papel por falta de alguém que ajude a viabilizá-las. É isso que queremos fazer”.

Compartilhe: