A gente reclama, reclama, mas raramente fazemos algo para resolver nossos problemas (e da sociedade em geral).

Para tomar uma atitude, a agência de design/branding canandenste Bruce Mau pegou algumas das reclamações, picuinhas e aborrecimentos dos cidadão de Toronto e decidiu montar um escritório pop-up para design soluções para alguns desses problemas e convidou os cidadãos para participar.

A agência temporária foi chamada de “The Bureau of Doing Something About it (algo como O Escritório de Fazer Algo a Respeito, em tradução meio literal) e durou cerca de 10 dias.

Eles levantaram mais de mil questões e tentaram resolver algumas – umas com mais profundidade, outras com menos. O resultado é um livro que foi montado simultaneamente e será lançado no Canadá no Ano Novo.  Abaixo, o pessoal da Bruce Mau respondeu algumas das nossas perguntas.

Como o projeto foi financiado?

Essa foi uma iniciativa do estúdio e foi um jeito de incluirmos o público dentro do processo de design. Já temos uma história de gerar conteúdo original que se torna livros, produtos, exposições. O Bureau of Doing Something About It foi um jeito de darmos algo de bom para a nossa cidade de Toronto, que amamos.

Vocês coletaram mais de mil reclamações das pessoas, mas quantas vocês conseguiram abordar durante o projeto?

Conseguimos trabalhar com mais ou menos uma dúzia detalhadamente, mas vamos incluir muitas outras com respostas menos detalhadas no livro. São respostas que foram dadas de forma mais imediata por meio de brainstorms e exercícios similares.

Você poderia descrever algumas das soluções que vocês criaram?

Foi uma gama muito ampla de reclamações e soluções. Uma delas foi pensada para resolver as várias reclamações em relação ao clima, que é um aplicativo para smartphone que vai sugerir um monte de atividades inesperadas que serão perfeitas para qualquer tipo de tempo.

Também chegamos a uma resposta para a preocupação de muitos pais em relação à habilidade de seus filhos escreverem à mão face às tantas ferramentas tecnológicas às quais eles estão acostumadas. Usando nossa habilidade tipográfica, pensamos em uma oficina bem divertida para engajar as crianças a escreverem cursivamente.


O que vai acontecer com as ideias a que vocês chegaram? Vão ser apresentadas para pessoas e instituições que possam colocá-las em prática?

O Bureau, com uma ideia, é um projeto e um grupo de pessoas que irá continuar vivendo de várias formas diferentes dentro da comunidade. Não há planos ainda de desenvolver uma ideia em grandes detalhes, mas o livro é um objetivo imediato. A partir dele vamos colocar as ideias em outro foco e ver o que podemos fazer a partir daí.

Compartilhe: