Tecnologia, colaboratividade e meditação. Aparentemente essas três coisas não têm nenhuma associação, mas uma ação de pintura coletiva mostrou que elas não só podem se complementar, como são capazes de resultar em algo inimaginável:

O recorrente desejo de controlar objetos com a força do pensamento finalmente foi concretizado. Através de um software idealizado por estudantes de engenharia que capta ondas cerebrais transmitidas por encefalogramas, a força do pensamento é capaz de controlar um drone.

A intenção é aplicar a tecnologia para diversos fins. “Objetivos como ajudar pessoas com deficiências físicas a exercitar o cérebro e treinar a concentração e o foco das pessoas”, conta Alisson Ravaglio Santos, um dos estudantes criadores do software.

software funcionando

Unir essa tecnologia a pinceis e tinta resultou na ação de pintura coletiva da nova sede da Aldeia Coworking desenvolvida pela HOP. “Essa ação concretiza o novo posicionamento da Aldeia de várias formas:

Unimos tecnologia e arte e conseguimos mostrar que uma mente saudável e em equilíbrio é fundamental para atingir objetivos profissionais e pessoais”, explica Bruno Ritter, um dos responsáveis pela ação.

Ricardo Sentado

Resultado da pintura. Lettering criado por João Pedro Rimenzoski para a pintura coletiva

letterin

Compartilhe: