O Museu de Arte Contemporânea de San Diego hospeda, até o dia 3 de novembro, o brilhante trabalho – literalmente – da artista Liza Lou. A sua obra chama atenção pelo fato de terem sido utilizadas milhões de pequenas miçangas de vidros, para construir esculturas bem pouco comuns, com o objetivo de simular ambientes convencionais feitos à mão.

Segundo o site Designboom, a artista nasceu em Nova York, mas foi na África do Sul que ela fundou seu estúdio coletivo, em 2005, “onde o tradicional artesanato de miçangas ainda perdura. Embora  não explicitamente use a prática de beading africana em sua arte, ela lá trabalha com artesãos zulu, que têm trabalhado com arte das miçangas por gerações”, publicou o site.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe: