O 57º Festival Internacional de Publicidade de Cannes realmente está fabuloso. Todo o clima da cidade francesa, que é um charme, inspira criatividade e encontramos pessoas de todos os cantos do mundo. São mais de 80 países representados por publicitários, designers, jornalistas, demais criativos e até clientes que comandam sete dias intensos para o segmento da comunicação.

Todo dia aqui é assim, um mar de pessoas

Todo dia aqui é assim, um mar de pessoas

 

Pude ver Bob Jeffrey (Worldwide Chairman, CEO) e Fernando Vega Olmos (Creative Chairman of Continental Europe and Latin America), ambos da JWT apresentarem cases com design criativo e apelo social, e David Harris Diretor Criativo da Wunderman falar sobre o tema “De onde vem a Inspiração”.

Vale lembrar que esse é apenas o 3º ano que a categoria “Design” está incluída entre os Leões. Hoje estão sendo apresentado o short list das peças da “nossa categoria”. “Ganhar essa premiação não é nada fácil” André Popovic, um dos brasileiros entre os 15 jurados de design, que estão avaliando 1.350 trabalhos, dentre os quais 230 brasileiros. “O juri é criterioso e impiedoso. Não entra projeto simples, comercial e pouco criativo, é preciso uma grande ideia”, diz Popovic. Esse é o legado que vem da publicidade, em que os projetos premiados têm que mostrar que merecem.

A apresentação do short list de design - o projeto em evidência são os cartazes de Rico Lins (Máquina Estúdio), para a Orquestra Sinfônica de São Paulo

A apresentação do short list de design - o projeto em evidência são os cartazes de Kiko Farkas (Máquina Estúdio), para a Orquestra Sinfônica de São Paulo

Espaço da Abedesign, que conseguiu patrocinar o envio das peçoas, no evento

Espaço da Abedesign no evento, entidade que conseguiu patrocinar o envio das peças

Ontem saiu o short list de Promo & Ativation, PR e Direct, e hoje saíram os selecionados de design. O sentimento de expectativa para a cerimônia é grande e o ambiente é um lugar eclético, para dizer o mínimo. Aparece gente de terno e gravata a bermuda e chinelos Havaianas. Até porque o look não importa se você leva para casa um daqueles leões.

A organização do evento é impecável e cria um clima empolgante desde a chegada até o prêmio final (especialmente para mim, já que é a primeira vez que estou acompanhando tudo isso de perto). E depois, a maravilhosa cidade proporciona tudo para quem quiser curtir uma soirée francesa.

Este ano, na short list estão seis projetos brasileiros, da Máquina Estúdio, Indústria Nacional e Diálogo Design, DDB Brasil, Ogilvy, Almap BBDO, (com dois trabalhos), e quarta é dia de saber o resultado. Os brasileiros estão ansiosos para saber se vão mater a boa participação de 7 projetos vencedores de leões do ano passado.

Enquanto isso, continuamos a enriquecer com palestras bacanas, ações promocionais dentro do Palais des Festivals e curtimos o charme encantador da riviera francesa.

wilgor-em-frente-ao-palais-des-festivais

Wilgor Caravanti

Compartilhe: