Certo dia, falávamos com alguns designers sobre a tão sonhada liberdade criativa em trabalhos comerciais. A conclusão a que chegamos, basicamente, foi: liberdade total não existe quando se tem cliente, por isso a importância dos profissionais criativos manterem paralelamente seus projetos pessoais, que é a hora de experimentar do jeito que der na telha.

Quem não tem projetos pessoais, este aqui é um exemplo legal de como exercitar a criatividade colocando-se para si um certo “compromisso”.

O Victor Emannuel José, que na verdade se intitula um “artista do papel”, resolveu criar euma cada de baralho diferente por semana usando paper cutting. (52 semana cartas=52 semanas). As cartas têm cerca de 60 cm.

Tem vídeo mostrando o processo dele, dá para acompanhar as novas cartas pelo Facebook dele ou pelo Tumblr.

 

O resultado é muito bacana (lembre-se é cortadinha tudo na mão!!), mas a ideia aqui também é inspirá-los a exercitar a criatividade com esse comprometimento, para que os resultados fiquem mais evidentes no seu dia a dia.

Já pensaram num projeto assim, de longo prazo?

 

Compartilhe: