Guto Muniz é um dos fotógrafos mais prestigiados no ramo das artes cênicas, com coberturas fotográficas mais de 1.700 espetáculos em seus 15 anos de carreira, o fotógrafo dividiu suas inspirações, trabalhos e técnicas no Congresso ISO100, realizado nesta sexta, 13, no Centro de Convenções de Curitiba.

Uma das principais características das fotos de Guto está no seu olhar, além da representatividade artística da imagem, há também uma preocupação em auxiliar as companhias a vender seus espetáculos e a serem repercutidas. Procurando unir estes dois objetivos, Guto criou o Foco in Cena, um projeto que reúne fotografias histórias, de trabalhos realizados desde 1987, e divulgações de espetáculos atuais.

O fotógrafo definiu três diferentes momentos da fotografia de artes cênicas: O processo de criação, que envolve toda a captação do nascimento de um espetáculo, o espetáculo em si, que se divide em fotografia de ensaio e fotografia de cena e a pós-produção, que vai do tratamento das fotos, até a divulgação das imagens.

Dentro dessas três vertentes, Guto listou 10 dicas para fotografar artes cênicas:

Fotografe com os olhos abertos para não perder o espetáculo;

Seja o mais silencioso que você conseguir;

Esteja atento aos diálogos, pois eles sugerem ações importantes que surgirão;

Evite posições totalmente frontais;

Trabalhe com planos e contraplanos através do foco;

Utilize o disparo contínuo, mas com cautela;

Na dúvida, superexponha;

Determine o ISO e não mude;

Sempre, sempre, mas sempre mesmo, tire foto em RAW;

Muito cuidado com a fotometria, chegue pelo menos uma hora antes, converse com o técnico que controla a luz e faça uma média entre o ponto mais alto de luz e o mais baixo, “se você for tentar ficar arrumando a fotometria a cada foto, você vai ficar louco”.

Compartilhe:
  • 2
    Shares